4 dicas para preparar um churrasco de sucesso

Gostou? compartilhe!

4 dicas para preparar um churrasco de sucesso

1 LOCAL DE COMPRA

Adquira a carne em local de sua confiança, sempre com atenção à higiene. Não se esqueça de que as carnes devem permanecer refrigeradas, nunca expostas à temperatura ambiente.

Observe se o balcão frigorífico é mantido à temperatura constante, pois este cuidado preserva o sabor e a qualidade da carne. Fique atento para não cair no truque da luz avermelhada. Alguns açougues utilizam este tipo de iluminação para criar uma falsa aparência de carne boa.

A organização também é importante. Cada tipo de carne deve ter o seu lugar. Carnes de diferentes espécies como bovinos, suínos e aves jamais podem ser misturadas.

dr01.idealapps.com.br/projetos/buffalogrill.com.br

2 Embalagens

As carnes de balcão são as que possuem menor durabilidade, por isso devem ser novas e sempre mantidas em ambiente refrigerado. Prefira as carnes embaladas à vácuo ou em bandejas no sistema de “atmosfera modificada”, pois possuem maior tempo de vida útil. A atmosfera modificada consiste numa mistura de oxigênio com gás carbônico que é injetada na bandeja e capaz de preservar a qualidade da peça por mais tempo, chegando a durar até 10 dias em refrigerador doméstico.

3 Carne inspecionada

Todo produto de origem animal tem que ser inspecionado por algum órgão federal, estadual ou municipal e as informações quanto à inspeção devem estar na embalagem.

A inspeção é feita por médico veterinário especialista. As etiquetas possuem a identificação do corte, o número e inspeção do S.I.F. (Serviço de Inspeção Federal) ou de outro órgão competente, o nome do frigorífico, a origem, data de embalagem, de validade e sexo do animal.

Carne inspecionada é garantia de segurança e procedência.

dr01.idealapps.com.br/projetos/buffalogrill.com.br

4 Maturação

É uma técnica de amaciamento natural das carnes. O alimento deve descansar de 21 a 30 dias a 0ºC, embalada à vácuo para inibir a proliferação de microrganismos. As próprias enzimas a carne se encarregam de amaciar as fibras sem alterar o seu sabor e textura. Com esse procedimento, mesmo as carnes consideradas duras, como alcatra e bisteca, ficam tenras e saborosas na grelha.

 

Fonte: Revista Bíblia do Churrasco – O Verdadeiro Manual do Churrasqueiro, Editora Escala, 4º Edição.



Gostou? compartilhe!